Departamento de Florestas Plantadas

A SECRETARIA


Origem da Seab        

         

          Em 18 de Setembro de 1944, o Interventor Federal no Estado do Paraná, Manoel Ribas (na foto, o 2º da esquerda para direita), através do Decreto Lei nº 251, criou a Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, Indústria e Comércio, desmembrando-a da Secretaria de Estado dos Negócios de Obras Públicas, Viação, Agricultura e de Fazenda.

          O primeiro Secretário da Agricultura do Paraná foi o Dr. Manoel Carneiro Albuquerque Filho (na foto, o 1º da esquerda para direita), Engenheiro Agrônomo do Ministério da Agricultura do Rio de Janeiro, que veio ao Paraná a convite do então Presidente Getúlio Vargas.

origem
Fonte: SEAB - Comemoração dos 60 anos - Histórico - 2004.

          Desde sua criação em 18 de setembro de 1944, através do Decreto Lei nº 251, publicado do DOE-198 de 21/09/1944, a SEAB - Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, em mais de 70 anos de sua existência, já contou com a contribuição de 42 Secretários, e a sustentação de sua estrutura se deu pelo trabalho de seus Departamentos, Grupos, Setores, suas Empresas Vinculadas, e principalmente, em todos os níveis, pelos seus Profissionais.

         A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento – SEAB,  é um órgão da administração direta do Estado do Paraná responsável pela execução das políticas públicas voltadas ao setor agropecuário, pesqueiro e de abastecimento. Desenvolve pesquisas e avaliações da produção e do mercado agropecuário e atua na fiscalização da produção agrícola e vegetal, garantindo a qualidade sanitária dos produtos e a sustentabilidade ambiental do processo de produção.

         Coordena e executa programas de melhoria da qualidade de vida das populações rurais e do manejo adequado dos recursos naturais. Conta hoje, em sua estrutura, com 22 Núcleos Negionais.

         Além disso, a Seab conta com suas Empresas Vinculadas, por meio delas, presta assistência técnica e extensão rural; desenvolve pesquisas agropecuárias voltadas à melhoria da produtividade; atua no fomento da produção agropecuária; na classificação de produtos e executa as políticas de abastecimento e promove pesquisa e capacitação, voltados ao desenvolvimento de modelos agrícolas sustentáveis.


Áreas de Atuação

Departamento de Economia Rural - DERAL

Na área de Economia Rural a SEAB atua na disponibilização de informações estratégicas para subsidiar a formulação de políticas agrícolas e para o agronegócio:

  • na elaboração de planos, programas e projetos, visando o desenvolvimento do setor rural, bem como a geração de estatísticas básicas para a sua elaboração;
  • na elaboração de estudos visando determinar as perspectivas e tendências dos mercados regional, nacional e internacional, possibilitando a orientação aos agricultores quanto ao período e a forma de colocação de seus produtos;
  • na elaboração de estudos sobre o consumo de alimentos, objetivando orientar a sua produção com a finalidade de garantir a segurança alimentar da população;
  • e no desenvolvimento de ações com outros órgãos e entidades do setor público e do setor privado, visando acompanhar a economia agrícola do Estado, levantando as distorções do setor agropecuário, bem como de sua descontinuidade com os demais setores econômicos, e sugerindo soluções.
Desenvolvimento Agropecuário
  • na área de Desenvolvimento Agropecuário a atuação está centrada no planejamento, coordenação, normatização, controle e avaliação das atividades que visem obter a melhoria da vida no meio rural, garantindo a coerência e a objetividade das ações desenvolvidas no âmbito da Secretaria;
  • atuamos também coordenação e execução dos programas e projetos, com ênfase àqueles voltados para o reordenamento fundiário, agroindústrias, crédito, agricultura familiar e capacitação dos produtores rurais, além da emissão de pareceres técnicos em processos relativos à elaboração de convênios e parcerias com Municípios ou iniciativa privada, em conformidade com os programas e projetos estabelecidos pela Secretaria; gerenciamento de fundos destinados ao desenvolvimento agropecuário.
Recomendar esta página via e-mail: