Departamento de Florestas Plantadas

Agricultura e Abastecimento

30/04/2012

Richa nomeia diretoria da Agência de Defesa Agropecuária

A primeira diretoria da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) toma posse no próximo dia 7 de maio, em Curitiba. A autarquia foi criada no final do ano passado para fortalecer e modernizar o sistema de defesa sanitária estadual e garantir a oferta de produtos paranaenses de qualidade nos mercados interno e externo. Vinculada à Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, a agência será presidida pelo médico veterinário Inácio Afonso Kroetz.

Os diretores foram nomeados pelo governador Beto Richa, que também assinou o decreto que regulamenta o funcionamento da agência. O engenheiro agrônomo Adriano Luiz Ceni Riesemberg será o diretor de Defesa Agropecuária e o engenheiro agrônomo Adalberto Luiz Valiati ficará responsável pela diretoria Administrativo-Financeira.

A Adapar terá um conselho de administração composto por 10 membros, que vai definir as políticas e prioridades da autarquia. Sob a presidência do secretário da Agricultura e do Abastecimento, o grupo será formado também pelos secretários do Planejamento e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, pelo presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento e pelo diretor-presidente da Adapar (como secretário executivo). Presidentes de entidades de classe e representantes dos servidores da agência completam o conselho.

Entre as atribuições da nova agência está a elaboração do Plano Estadual de Defesa Agropecuária. O documento seguirá as diretrizes do Plano Nacional de Defesa Agropecuária, buscando a inserção do Paraná no mercado nacional e internacional.

CONCURSO – Com a posse da diretoria, o governo estadual vai autorizar a realização de concurso público para a contratação de médicos veterinários e engenheiros agrônomos que vão compor a estrutura da nova autarquia. Esses profissionais serão deslocados para atuar nas barreiras interestaduais, fiscalizações volantes, unidades veterinárias e locais que necessitam de recomposição de pessoal para a fiscalização e inspeção de produtos agropecuários.

De acordo com o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, a Adapar vai aperfeiçoar os mecanismos de controle dos rebanhos, emitir guias de trânsito animal pela internet e fortalecer os conselhos municipais de sanidade agropecuária, entre outras ações.

O objetivo, segundo Ortigara, é promover um ganho de qualidade para os rebanhos paranaenses, contribuindo para ampliar as exportações de carnes. "No futuro, queremos enviar missões comerciais para vender mais carnes em mercados que hoje rejeitam nossa produção, como Europa, Estados Unidos, Canadá e Japão”, diz.

PRESIDENTE – O diretor-presidente da Adapar, Inácio Afonso Kroetz, foi secretário nacional de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento de 2007 a 2011, período em que adquiriu vasta experiência em negociações internacionais que tinham a questão sanitária era o tema central. Nesse cargo, trabalhou também pelo fortalecimento do sistema agropecuário nacional, por meio de parcerias com os estados, municípios e a iniciativa privada.

Kroetz atuou também na política voltada ao setor avícola e na ampliação do controle e erradicação da febre aftosa nos estados do Norte e Nordeste do País.

Antes de chefiar a área de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Kroetz já havia passado duas vezes pelo órgão federal. Foi diretor do departamento de Defesa Animal entre 1995 e 1996 e diretor de programa também na área animal, em 2005.

Foi funcionário de carreira do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), onde ingressou em 1985 e exerceu os cargos de gerente de projeto no programa de Produção Animal e de coordenador da Área de Melhoramento e Reprodução Animal.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.