Departamento de Florestas Plantadas

Agricultura e Abastecimento

26/11/2018

Paraná vai sediar feira mundial de produção animal em 2019

O município de Medianeira, no Oeste do Estado, será a sede da primeira edição latino-americana da EuroTier, principal feira mundial para profissionais da produção animal. A AveSui EuroTier South America acontecerá de 23 a 25 de julho de 2019 e terá apoio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento.

O anúncio oficial da união entre a 19ª Avesui América Latina e a EuroTier foi feito pela DLG (Sociedade Agrícola Alemã) em Hanover, durante o EuroTier 2018, com a presença do secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, George Hiraiwa. A DLG também anunciou edições na China e nos Emirados Árabes para o próximo ano.

Há anos, os organizadores negociam essa parceria de internacionalização, com o objetivo de trazer tecnologias, possibilitar troca de informações e acesso a novos mercados.

Segundo o secretário George Hiraiwa, com a parceria, o Paraná vai receber inovações na área de aves, suínos, bovinos, piscicultura e bioenergia, o que representa uma grande conquista para o agronegócio brasileiro. “Assim poderemos estar em sintonia com novos mercados, oferecendo nossa proteína animal com qualidade e sustentabilidade. Além disso, conquistaremos acesso a tecnologias e inovação fundamentais para o desenvolvimento do setor. A região Oeste do Estado é estratégica para isso”, diz.

RANKING NACIONAL - A produção de frango rendeu em 2017 R$ 13 bilhões para o Paraná, que é o principal produtor e exportador no ranking nacional, de acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura. A produção é de 4,3 milhões de toneladas. O Estado também é o segundo maior produtor de suínos do Brasil, com 828,2 mil toneladas/ano, gerando renda de R$ 3,78 bilhões.

A diretora da AveSui EuroTier South America, Andrea Gessulli, afirmou que a escolha do Paraná para sediar a feira no ano que vem buscou aproximar o Estado e a tecnologia mundial, trazendo desenvolvimento também para a região Oeste. “A decisão de promover o evento no Paraná foi acertada, pois o Estado é um grande centro produtivo da América Latina. Nossa intenção foi seguir o mercado e levar a feira para onde está concentrada a produção, e o governo do Paraná é um grande parceiro. Buscamos acelerar a chegada de novas tecnologias e tendências de consumo ao Brasil”, diz.


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.