Coletas de dados de vegetação da BHP III
30/08/2021 - 18:11

Andrea Sene Kodama1; Mauricio Kacharouski1; Annete Bonnet2; Gustavo Ribas Curcio2

 

 

A Bacia Hidrográfica Paraná III – BHP III – está situada na região Oeste do Paraná e possui extensa área com intensa produção agrícola. As paisagens passaram por acentuadas alterações nos últimos tempos devido principalmente a retirada das florestas e, consequentemente, o surgimento dos processos erosivo (Figura 1) e de soterramento (Figura 2).

Figura 1 – Erosão em Latossolo Vermelho.
Figura 1 – Erosão em Latossolo Vermelho.

 

Figura 2 – Processo de soterramento em Gleissolo Háplico.
Figura 2 – Processo de soterramento em Gleissolo Háplico.

As matas ciliares (Figura 3) constituem os remanescentes do ambiente florestal situadas as margens de rios (Figura 3) e nascentes (Figura 4), também conhecida como matas ripárias ou florestas ciliares. Estas desempenham importante papel na regularização dos fluxos hídricos das bacias hidrográficas, na manutenção da ciclagem de nutrientes e biodiversidade, inclusive, na contenção de sedimentos dentro de rios e lagos, minimizando os efeitos deletérios das erosões.

Figura 3 – Floresta ciliar em beira de rio.
Figura 3 – Floresta ciliar em beira de rio.

 

Figura 4 – Floresta ciliar em beira de nascente.
Figura 4 – Floresta ciliar em beira de nascente.

No decorrer de 3 anos deste projeto, foram realizados levantamentos florísticos arbóreos/epifíticos ao longo das margens dos rios e ao redor de nascentes da BHP III. Os resultados obtidos vão gerar informações relevantes para produtores rurais promoverem a recomposição/manutenção das florestas ciliares, ou até mesmo promover a utilização para paisagismos em outros locais da propriedade.

Os levantamentos foram realizados nas margens de 211 rios e 164 nascentes. Nesta metodologia foram reunidos dados como a identificação de epífitos e arbóreas, diâmetro/altura das árvores, presença de frutos e flores, entre outros.

Sob estas florestas, além da identificação e coleta dos solos (Figura 5) que constituem estas paisagens, foram coletadas amostras de vegetação arbórea e epifítica (Figura 6).

Figura 5 – Coleta de solos em planície.
Figura 5 – Coleta de solos em planície.

 

Figura 6 – Coleta de amostras de vegetação.
Figura 6 – Coleta de amostras de vegetação.

As amostras vegetais são prensadas e secas em estufa, para posterior confecção de exsicatas, que servirão como referencial para futuros estudos. Para cada local em que se efetuaram as pesquisas fitossociológicas/pedológicas e respectivas coletas, foi necessário cerca de uma hora e meia de trabalho, considerando em média quatro técnicos.

A determinação das espécies coletadas foi realizada pela equipe do PronaSolos Paraná em conjunto com o curador do Museu Botânico Municipal de Curitiba (MBM), Dr. Marcelo Leandro Brotto. Em razão desta parceria, encontra-se em execução no MBM a digitalização da coleção de plantas do projeto (Figura 7), pois a referida instituição detém estrutura específica para produzir materiais com resolução de alta qualidade (Figuras 8a, 8b e 8c).

 

Figura 7 - Digitalização das imagens no Museu Botânico Municipal.
Figura 7 - Digitalização das imagens no Museu Botânico Municipal.

 

 

Figura 8a- Exsicata de Trichilea elegans - Pau-de-ervilha.
Figura 8a- Exsicata de Trichilea elegans - Pau-de-ervilha.

 

Figura 8 b - Exsicata de Handroanthus chrysotrichus (Mart. ex DC.) Mattos. - Ipê-amarelo-cascudo.
Figura 8 b - Exsicata de Handroanthus chrysotrichus (Mart. ex DC.) Mattos. - Ipê-amarelo-cascudo.

 

Figura 8c - Exsicata de Alchornea triplinervia (Spreng.) M. Arg. - Pau-óleo.
Figura 8c - Exsicata de Alchornea triplinervia (Spreng.) M. Arg. - Pau-óleo.

 

Este material será, em breve, disponibilizado no site do projeto para que todos possam consultar e conhecer um pouco mais a vegetação protetiva de rios e nascentes predominante no Oeste do Paraná, mais especificamente da BHB III.

 

1 - Técnica da FAPED - andrea.kodama@colaborador.embrapa.br

1 - Técnico da FAPED – mkacharouski@gmail.com

2 – Pesquisadora da Embrapa Florestas – annete.bonnet@embrapa.br

2 – Pesquisador da Embrapa Florestas – gustavo.curcio@embrapa.bbr

Últimas Notícias