Revitis - Revitalização da Viticultura Paranaense

revitis

O programa de Revitalização da Viticultura Paranaense - Revitis, criado em 2019, tem como objetivo estimular a produção de uvas e seus derivados no Paraná. Ele tem base em quatro eixos: incentivo para a produção, reorganização da comercialização, desenvolvimento do turismo e apoio à agroindústria.

 

Documento Base do Programa

 

CADASTRO

 

Manutenção de Cadastros

 

 
Quais os objetivos específicos do programa?

- Revitalizar a viticultura no Estado do Paraná;

- Promover expansão da área com o cultivo da videira no Estado;

- Coordenar a integração dos atores da cadeia produtiva da uva, visando ao seu desenvolvimento de forma justa para todos;

- Estruturar a rede estadual da pesquisa para a vitivinicultura;

- Promover a capacitação de técnicos e produtores em vitivinicultura;

- Fomentar a assistência técnica aos vitivinicultores Paranaenses;

- Fortalecer a agroindústria vitícola;

- Incentivar a inserção da uva e seus derivados nos mercados institucionais;

- Estimular o consumo da uva e seus derivados;

- Fortalecer os polos vitícolas existentes, bem como formar novos, conforme características regionais;

- Impulsionar o turismo nas regiões produtoras de uva e de seus subprodutos;

- Criar a Câmara Setorial em Viticultura.

 
O que compete ao programa?

1. Promover a revitalização e ampliação da cadeia produtiva da cultura da uva no Paraná;

2. Fortalecer e qualificar os processos de comercialização e de acesso a mercados, ampliando a participação da produção paranaense de uva e derivados nos mercados institucionais e privados (atacado, varejo, rede de varejistas);

3. Realizar o cadastro dos vitivinicultores paranaenses;

4. Elaborar material técnico para a produção da fruta, transformação e formalização das agroindústrias vitícolas.

 
Qual o público alvo?

Técnicos de órgãos públicos e do setor não governamental, definidos de acordo com a realidade de cada região.

Setor público – extensionistas e pesquisadores do IDR-Paraná, técnicos do SEAGRI, Universidades, técnicos das prefeituras.

Não governamental – técnicos de organizações e cooperativas de ATER, técnicos de cooperativas, associações, sindicatos e autônomos.

Vitivinicultores Paranaenses

 Agroindústria da uva.

 

revitis

 

 

COMUNICAÇÃO